+55 (44) 9 9846-8412

Educação 12 min

Metodologias ativas de aprendizagem: benefícios, conceitos e quais tipos?

O mundo está em constante transformação e a sala de aula é um dos exemplos mais evidentes que podemos usar para comprovar esta evolução da sociedade. 

Se antes tínhamos um modelo pedagógico centrado na figura do professor e no papel passivo do aluno, agora vivemos um momento de descoberta do protagonismo estudantil, representado principalmente pelas metodologias ativas de ensino.

Neste artigo vamos entender como aconteceu esta transformação educacional, que modificou bastante a relação entre ensino e aprendizagem, tirando o foco do professor e direcionando para o aluno o papel de protagonista do processo pedagógico. 

Vamos conhecer os benefícios que estas metodologias ativas de aprendizagem oferecem para a estrutura de ensino e também conhecer os tipos de metodologias existentes.

O conteúdo é vasto e muito rico, vamos começar?

Metodologias ativas de aprendizagem

Podemos definir as metodologias ativas de aprendizagem como técnicas pedagógicas que buscam colocar o estudante no centro do processo de ensino, como protagonista de sua própria jornada pela busca de conhecimento.

O conceito não é tão prático, porque envolve neste primeiro momento uma reflexão acerca do papel do aluno no processo educacional. Há uma completa transformação do que entendemos como processo de construção de conhecimento.

Sai visão tradicional, com foco no professor

Sai uma visão mais tradicional, focada no professor como figura principal do processo pedagógico, e no estudante como um receptor de informações, e entra uma visão mais moderna, que prega a necessidade do aluno desenvolver habilidades de forma mais autônoma e independente, tendo a figura do professor como um elemento que auxilia esse novo processo.    

Dessa forma, as metodologias ativas de aprendizagem surgem para criar alternativas que tirem o estudante daquele lugar passivo, e colocá-lo no centro do processo pedagógico.

Isso acontece através de dinâmicas como o aprendizado na prática ou como o incentivo ao debate e a reflexão independente.

Por que as metodologias ativas de aprendizagem são importantes?

O psiquiatra americano William Glasser apresentou como resultado de seu estudo uma pirâmide que define as formas mais eficazes de aprendizado.

Assim, podemos dizer que o estudante aprende cerca de:

  • 10% lendo;

  • 20% escrevendo;

  • 50% observando e escutando;

  • 70% discutindo com outras pessoas;

  • 80% praticando;

  • 95% ensinando.

O que podemos tirar de lição desta tabela?

Bem, podemos facilmente observar que quanto mais ativo é o método de aprendizado, maior a eficiência deste no processo de aprendizagem do aluno.

Importância das metodologias ativas de aprendizagem

Motivo de reflexão de educadores e pesquisadores da educação, as abordagens tradicionais de ensino eram cada vez mais questionadas.

Ao mesmo tempo, os professores buscavam construir novas abordagens que mudassem a dinâmica do processo de ensino e aprendizagem.

Desse contexto surgem as metodologias ativas de aprendizagem, importantes no processo pedagógico por ajudar a criar um ambiente de ensino focado no protagonismo do aluno e no trabalho transformador que a educação possui para um estudante. 

Benefícios das Metodologias ativas de aprendizagem

Um ambiente de aprendizagem focado no estudante e no seu papel de protagonista de sua jornada de ensino entrega grandes benefícios para a educação como um todo e para o aluno individualmente.

Motivação

Sabemos que uma das falhas do sistema tradicional de ensino é a de criar um ambiente de aprendizagem chato, monótono e unilateral, onde somente o professor fala e o aluno escuta e decora. 

Assim, quando muda o foco e transforma a dinâmica passiva em uma ativa, a primeira mudança que gera no aluno é uma maior motivação para aprender. 

Quando o aluno é responsável pela sua jornada de aprendizagem, com atividades que fazem dele o ator principal, a tendência é ele se envolver com muito mais motivação, criando uma atmosfera muito mais propositiva de educação.

Engajamento

Da mesma forma que as metodologias ativas de aprendizagem motivam mais o aluno, elas também conseguem aumentar muito o engajamento deles para as atividades pedagógicas. Isso acontece pelo fato dos alunos se sentirem parte principal do processo educacional, gerando uma participação mais ativa e um engajamento maior.

Autonomia

As metodologias ativas de aprendizagem proporcionam um ambiente de sala de aula onde o professor deixa de ser o centro, o dono da voz, e o aluno passa a ter mais autonomia e independência neste processo, sendo inclusive incentivado a todo o momento a falar, a argumentar, a refletir e a debater.

Esta autonomia que o estudante possui é um dos benefícios mais ricos que estas novas abordagens pedagógicas ativas proporcionam ao sistema educacional.

Incentivo ao trabalho em equipe

Trabalhar em equipe não é uma novidade na estrutura pedagógica, mas com o surgimento das abordagens mais ativas, a sala de aula passa a ser um local de construção do debate e do incentivo ao trabalho em equipe, valorizando muito o poder coletivo.

 

As individualidades são respeitadas e compreendidas, mas o trabalho em equipe continua sendo valorizado, pois a sala de aula é um espaço do diálogo, da troca e das construções coletivas.

Estímulo ao pensar de forma crítica

O professor agora possui uma função estratégica e fundamental que é a de instigar o aluno a pensar criticamente. 

O professor intermedia um processo que visa incitar o aluno a entender as coisas do mundo a partir de diferentes abordagens, de diferentes formas e com um poder crítico suficiente para construir momentos de conversa, debate e diálogo. 

Pensar criticamente é se afastar da ignorância e neste sentido as metodologias ativas de aprendizagem contribuem para que tenhamos alunos pensantes e críticos.

Professor como mediador

É errado achar que o papel do professor dentro das metodologias ativas de aprendizagem é nulo ou secundário. 

O professor, como mediador, como orientador e como incentivador, continua sendo um dos grandes atores do processo de ensino e aprendizagem. Só que agora sua função não é entregar o conhecimento de modo que o aluno seja elemento passivo, mas sim de construir um ambiente que permita que o aluno busque por conta própria formas de absorver conhecimentos e colocá-los em prática. 

O aluno está no centro do processo e o professor media esta jornada autônoma do aluno em busca do crescimento enquanto ser pensante e atuante na sociedade.

Tipos de Metodologias ativas de aprendizagem

As metodologias ativas de aprendizagem podem ser encontradas de diversas formas:

Gamificação

Um dos tipos mais comuns e eficientes se dá através da gamificação na educação, que são abordagens pedagógicas que reproduzem as dinâmicas do games, como desafios, objetivos, passar de fases, dentre outras características. 

É um formato mais lúdico que cria no estudante um maior engajamento e o motiva a buscar mais o conhecimento, facilitando o aprendizado e enriquecendo o processo de ensino.

Cultura maker

É a cultura baseada no faça você mesmo, ideia que direciona ao aluno a função de sempre buscar soluções de forma autônoma para os problemas que forem apresentados.

Acontece de forma intuitiva, incentivando o aluno a sempre observar o mundo de um modo mais prático para assim conseguir intervir de forma eficaz quando surgir problemas.

Estudo de casos

Este tipo de metodologia ativa de aprendizagem foca na capacidade do aluno em resolver situações reais, a partir de debates, conversas e diálogos. 

Os casos são apresentados sempre com um propósito bem definido e deve incentivar e permitir que o estudante desenvolva a capacidade de análise, a capacidade crítica e a capacidade de resolver problemas a partir de uma construção coletiva.

Sala de aula invertida

A sala de aula invertida, como o nome sugere, inverte a lógica de ensino, que sempre foi baseada no primeiro contato do aluno com o professor e depois com os conteúdos dados por ele em sala. 

Com esta metodologia ativa de aprendizagem, os conteúdos são disponibilizados previamente para os estudantes acessarem de casa ou de qualquer local, e a sala de aula acaba se tornando um lugar de debate e de repercussão dos conteúdos previamente oferecidos. 

Esta é uma metodologia que surgiu a partir da revolução tecnológica e vem ganhando muito espaço nas escolas do país.

Ensino híbrido

O ensino híbrido é um modelo que mescla o ensino presencial com o ensino remoto. 

É uma metodologia que existe por conta das novas tecnologias, como os tablets, notebooks e smartphones, e que enriquece a experiência de aprendizagem do aluno, ao variar os formatos dos conteúdos, que podem ser em áudio, vídeo, podcasts, imagens, seminários, chats, aulas online, discussões em grupo, atividades de gamificação e muitas outras possibilidades. 

O ensino híbrido veio para ficar e mesmo com o fim da pandemia da Covid 19 ela se tornou uma das metodologias mais populares.

Conclusão

As metodologias ativas de aprendizagem surgiram como resposta à necessidade que o estudante tinha em estar no foco do processo pedagógico. 

Não dava para pensar na construção de novas gerações de pessoas críticas e atuantes se o modelo de ensino e aprendizagem não fosse questionado e transformado.

Assim, as metodologias ativas trazem o aluno de volta ao centro, de volta ao papel de protagonista da jornada do saber, e cria um ambiente propício para que ele escolha os caminhos mais adequados para que seu processo de aprendizado aconteça de forma rica e benéfica.

E você, já utilizou alguma metodologia ativa de aprendizagem? 

Navegue em nosso blog e confira outros conteúdos como este!

Newsletter

Assine e receba conteúdos no seu e-mail.

Por favor aguarde...

Thumb Thumb

Obrigado por assinar nossa newsletter. Em breve você receberá conteúdos exclusivos no seu e-mail.

Voltar

Post relacionados