(44) 9 9846 - 8412

Tecnologia

Compartilhar:

Realidade virtual na educação: Quais os benefícios no aprendizado?

Um dos setores que mais se beneficiaram da revolução tecnológica ocorrida nestes últimos vinte anos foi o de ensino e aprendizado, que passou por uma verdadeira transformação após a chegada da internet, dos smartphones, notebooks e outros aparatos tecnológicos. São muitas as novidades inseridas no processo pedagógico e a realidade virtual na educação é mais uma importante aliada dos professores.


Neste artigo vamos entender como a realidade virtual pode ser inserida dentro de uma sala de aula, e no processo de ensino e aprendizado. Vamos listar também todos os benefícios que esta nova abordagem tecnológica voltada para a experiência educacional entrega para educadores e alunos.


O assunto é muito rico em conteúdo e vale muito a leitura. Vamos nessa!

O que é Realidade Virtual

Imagem

A realidade virtual é uma tecnologia que permite que o usuário substitua a sua realidade real por outra gerada por um computador, um smartphone, ou um vídeo game. A função da realidade virtual é fazer com que o seu cérebro pense que aquilo que você está vendo é real, mesmo que por um curto espaço de tempo.


Não confunda realidade virtual com realidade aumentada.

Muita gente erra ao achar que a realidade virtual e a realidade aumentada são similares. Não são. Enquanto que na realidade aumentada elementos virtuais são inseridos dentro de um ambiente real (lembre-se do jogo Pokémon GO), na realidade virtual não há ambiente real, toda a experiência acontece em um espaço virtual.


A RV é uma tecnologia que chamamos de imersiva, pois o usuário se sente parte de um ambiente que não é o dele, e esta tecnologia permite interagir com objetos virtuais a partir de um dispositivo móvel. 


Escrevemos um artigo completo sobre as diferença entre realidade virtual e realidade aumentada

Realidade Virtual na educação

Imagem

E por causa desta experiência de imersão com objetos dentro de um ambiente virtual que a educação acabou abraçando a realidade virtual.


O contexto de sua chegada ao setor pedagógico se estabelece quando educadores passam a buscar novas formas e novos modelos de ensino que esteja antenada com as novas gerações de estudantes, formadas por crianças e jovens já familiarizados com as tecnologias.


A questão principal era: como fazer esta geração se interessar pelo estudo e pelo aprendizado? 


Uma das respostas encontradas foi a de incluir novos elementos dentro da experiência pedagógica e a realidade virtual é um destes novos elementos.

Benefícios da Realidade Virtual no aprendizado

Imagem

Imagina um grupo de estudantes visitar o Museu do Louvre, um dos mais importantes do mundo, sem sair da sala de aula ou de casa, e aprender sobre as obras de artes, ou sobre a história da arte e do museu? A realidade virtual proporciona esta experiência para professores e alunos.


Esse é somente um dos muitos benefícios que a RV entrega para a educação. Vejamos:

Imersão

Uma das principais características é também um dos maiores benefícios. A imersão que a realidade virtual proporciona e que vimos no exemplo do Museu de Louvre é uma das apostas de professores para atrair a atenção e o interesse dos alunos para os conteúdos das aulas.


São muitas as possibilidades que educadores de diversas disciplinas têm para passarem seus conteúdos de maneira imersiva com o auxílio da RV.


Interatividade

Grande parte das novas tecnologias vieram para facilitar e incentivar a interatividade, e a realidade virtual não é diferente. Na educação podemos perceber em experiências onde o aluno pode interagir com objetos de estudos, e com os conteúdos programáticos. 


A interação entre aluno e objeto de estudo facilita o ensino e melhora a experiência pedagógica, dando mais autonomia para o estudante se sentir protagonista de seu aprendizado.


Engajamento que a RV proporciona

Um dos maiores objetivos do ensino é gerar engajamento por parte dos estudantes para os conteúdos pedagógicos e para o processo de ensino como um todo. 


O uso da realidade virtual consegue proporcionar esse engajamento, pois ele apresenta experiências mais agradáveis, modernas e que dialoga bastante com as novas gerações. 


Uma aula feita através de RV tem muito mais chances de ser entendida, e lembrada pelas turmas que uma aula tradicional, com o uso de livros exclusivamente


Melhora a compreensão de conteúdos

Um dos obstáculos que a educação tradicional possuía, era a pouca capacidade de compreensão que as aulas e os conteúdos dados geravam para os alunos dentro deste modelo. 


Neste sentido, o uso de realidade virtual melhora muito a capacidade de um aluno ter uma melhor compreensão de conteúdos. 

O formato mais interativo, dinâmico, ágil e moderno faz com que estudantes consigam acompanhar e ter uma experiência bem mais agradável de estudo.


Proporciona maior autonomia do aluno

 Uma das grandes mudanças na educação nestas últimas décadas foi a transformação do estudante de um mero espectador da aula ministrada pelo professor para o protagonista de sua experiência de aprendizado.


A realidade virtual colabora para este contexto, pois permite que o aluno participe de uma maneira autônoma e mais ativa da experiência pedagógica e interaja com os conteúdos de uma maneira particular e individual. 


Inclusão e acessibilidade

O uso da realidade virtual na educação permite que a ideia de inclusão e acessibilidade sejam colocadas em prática de diversas formas. 


Como dissemos num exemplo anterior, uma turma pode visitar o Museu do Louvre e aprender sobre história da arte sem sair da sala de aula ou de casa, só utilizando a realidade virtual. 


Essa possibilidade permite que muitos alunos que não teriam condições de visitar Paris consigam conhecer um dos maiores museus do mundo. Esse e muitos outros exemplos de acessibilidade e inclusão a RV proporciona na jornada educacional.

Aumenta a motivação e o foco

Atividades com realidade virtual na educação tendem a gerar mais motivação nos alunos, principalmente se envolver ferramentas de gamificação, simulação e interação. 


O uso de óculos de realidade virtual acaba proporcionando uma maior imersão nos conteúdos e nas atividades e gera maior motivação entre os estudantes. 


Complementa o ensino remoto ou híbrido

A realidade virtual por si só pode não ser a solução para um projeto de educação completo, mas sua tecnologia pode ser um complemento para o ensino feito de forma remota ou hibrida. 


Utilizar a RV para entregar conteúdos de história, física, matemática, biologia e outras disciplinas, pode tornar a experiência pedagógica ainda mais completa.


Obstáculos da Realidade Virtual na Educação

Imagem

O maior obstáculo ainda para a realidade virtual utilizada na educação é a falta de acessibilidade desta tecnologia no Brasil como um todo. As ferramentas já são muito mais acessíveis, mas ainda assim esta tecnologia ainda está bem distante de grande parte das populações jovens do país, sobretudo em regiões mais pobres. 


Com certeza este é o maior desafio para educadores, gestores e políticos para implementar novas práticas educacionais em larga escala no Brasil. 


Outro obstáculo diz respeito ao óculos, principal objeto usado para imersão dos estudantes em um ambiente de realidade virtual. Os óculos, bem como a experiência, tem gerado em muitos estudantes efeitos colaterais como enjoos, náuseas, e há até relatos de ataques epiléticos.


Exemplos de como aplicar a Realidade Virtual na Educação

Imagem

São muitos os exemplos de como os professores podem utilizar a realidade virtual na educação.


Passeios virtuais históricos e espaciais 

Imagina os seus estudantes visitando a Lua ou Marte através da realidade virtual? Essa seria uma aula de geografia fascinante, não é mesmo?


Uma das possibilidades do uso da realidade virtual está justamente nesta ideia de proporcionar passeios por locais históricos, países longínquos e locais inabitáveis. 


Museus, o fundo do mar, outro planeta, um país distante como a Coréia do Norte. Todas estas possibilidades são permitidas através do uso da realidade virtual.


Simulações de situações que não podem ser vivenciadas

Outra possibilidade que o uso da realidade virtual permite é vivenciar experiências que não dá pra ter na vida real, como por exemplo, observar todo o interior do corpo humano. 


Para uma aula de biologia, seria fascinante o estudante conseguir enxergar as partes internas do corpo humano, com seus detalhes, e sem a necessidade de dissecar um corpo vivo.


Ensino realizado em ambientes on-line

Imagina uma aula feita num ambiente on-line, onde na interface está o Planeta Marte e os estudantes estão com avatares de marcianos? 


Esta é uma das possibilidades da realidade virtual, que entrega ambientes divertidos, que geram engajamento e maior interação entre os estudantes e os professores.


Aprendizado de idiomas

Aprender um idioma diferente pode ser uma experiência das mais difíceis e complexas, mas o uso da realidade virtual pode amenizar essa jornada educacional, inserindo elementos de imersão, interação, visitas a ambientes do país nativo daquela língua, dentre muitas outras possibilidades.

Conclusão

A realidade virtual na educação é um tema que não é tão novo, mas que somente nestas últimas duas décadas tomou forma e vem sendo inserida cada vez mais nas salas de aula e nos projetos educacionais à distância e no ensino híbrido.


Seus benefícios são inúmeros, e a sua capacidade de proporcionar uma imersão em outros ambientes é um dos mais adoráveis e produtivos, que ajudam cada vez mais professores e educadores a serem mais bem sucedidos na arte de ensinar.


E você, já conhecia o uso da realidade virtual na educação? 


Navegue em nosso blog e confira outros conteúdos como este!

Compartilhar:

Posts Relacionados

Ver Categoria

Receba conteúdos exclusivo no seu e-mail, como notícias, eventos, ofertas e muito mais.

Por favor aguarde...

Obrigado!

Nosso oráculo recebeu sua solicitação. Fique atento para novidades em seu e-mail.

Solicitação Falhou

Nossos corvos não receberam sua requisição Por favor, tente novamente!

Voltar