(44) 9 9846 - 8412

Tecnologia

Compartilhar:

Diferença entre realidade virtual e realidade aumentada

Realidade virtual e realidade aumentada são termos similares e que por isso geram bastante confusão entre as pessoas. Ambas são tecnologias que nasceram a partir do avanço tecnológico, sobretudo de ferramentas como smartphones e computadores pessoais, e também a partir da popularização da internet. Porém, por mais que se pareçam na terminologia, RV e RA possuem diferenças significativas entre si.


Neste artigo veremos todas as diferenças entre realidade virtual e realidade aumentada. Veremos também as principais características de cada uma delas, que permite ao leitor entender que por mais que tenham objetivos comuns, elas entregam experiências diferentes para o usuário.

Realidade virtual

Imagem

Para começar, vamos entender de uma maneira simples como funciona cada uma destas tecnologias.  


A realidade virtual (Virtual Reality - VR) é uma tecnologia que permite que o usuário tenha uma experiência de total imersão em um ambiente que não é o real. 


A VR  simula uma experiência dentro de um ambiente completamente digital, gerado por computadores, vídeo games ou smartphones. Podemos citar como exemplos os jogos de simulação, que usam os óculos VR.


 A realidade virtual é uma tecnologia que pode ser definida pela:

  1. Imersão

Através da imersão que o usuário tem a sensação de se encontrar dentro de um mundo tridimensional, completamente novo é gerado por um computador, ou por um vídeo game ou ainda por um smartphone.

  1. Navegação

O usuário pode mudar sua posição de observação.

  1. Manipulação

Essa característica permite a interação e a transformação do ambiente virtual.


Realidade aumentada

Imagem

Já a realidade aumentada é uma tecnologia que insere elementos virtuais dentro de um ambiente real, criando uma experiência próxima do real, mas com elementos virtuais. 


O jogo Pokémon GO é um ótimo exemplo de realidade aumentada. Fazendo um exercício de memória veremos que os pokémons eram capturados pelas ruas, praças, estádios de futebol, dentre muitos outros espaços reais. 


Neste caso, vemos elementos virtuais se sobrepondo ao espaço real, gerando novas informações e novas experiências do usuário. Outro bom exemplo são as cidades que utilizam códigos de QRCode para enriquecer a experiência do turista, gerando animações e objetos virtuais que melhoram a estadia do turista na cidade.


A realidade aumentada pode ser definida como uma tecnologia que:

  1. Combina elementos virtuais gerados por um dispositivo móvel com um ambiente real;

  2. É interativa (interage com o ambiente real) e tem processamento em tempo real;

  3. É idealizada e mostrada em três dimensões.

Diferença entre realidade virtual e realidade aumentada

Imagem

Tanto a RV quanto a RA podem ser utilizadas para objetivos similares, como educação ou turismo, por exemplo, porém elas possuem dinâmicas diferentes entre si.


Enquanto que a experiência com realidade virtual é possível através de objetos como óculos VR, smartphones, computadores, sensores, a experiência de realidade aumentada pode ser possível com o uso somente de um dispositivo móvel.


Outra diferença inicial é que a experiência de realidade aumentada pode ganhar o mundo através dos ambientes externos, enquanto que a experiência de realidade virtual acontece normalmente em salas fechadas ou espaços restritos.


Para exemplificar essa diferença inicial:

REALIDADE VIRTUAL

Você, de dentro de uma sala de aula, ou em sua casa, visita todos os espaços do Museu do Louvre, na França, de forma virtual, em uma experiência de imersão completa, gerada por meio de um computador, smartphone ou vídeo game.

REALIDADE AUMENTADA

Você, da rua, dentro de um teatro, na praça principal da cidade ou na praia, utiliza o seu smartphone para visualizar objetos que aparecem para você e que são inseridos naquele ambiente que você está naquele instante. Quando você vira a câmera para frente de um edifício e encontra um Pokémon, ele está lá completamente inserido naquele ambiente.

Como funciona a realidade virtual?


Imagem

A realidade virtual cria de fato um mundo completamente novo, onde o usuário é inserido a partir do uso de equipamentos como o óculos VR. Esse dispositivo em regra exibe um ambiente virtual que gera uma nova experiência para o usuário.


Um dos princípios utilizados nos dispositivos de realidade virtual é a visão estereoscópica. Essa visão transmite e sobrepõe imagens em 2D levemente diferentes, e faz com que o cérebro humano se identifique como 3D, aproximando-se assim da forma como enxergamos o mundo real. 


Ficou confuso?


Em resumo, podemos definir a realidade virtual como uma simulação do mundo real em uma plataforma informatizada.

Como funciona a realidade aumentada?

Imagem

A RA funciona como uma ponte entre o mundo real e virtual, e nela esses mundos interagem e convivem de forma harmoniosa. A ideia aqui não é mais criar um ambiente completamente novo, como na RV, mas sim inserir elementos virtuais nos ambientes reais, que podem ser a sua casa, a rua onde você mora ou a praia de sua cidade.


Ela funciona a partir de um dispositivo móvel, como um smartphone. Ele quem captará os objetos virtuais, através de sua câmera. 


Na tecnologia de realidade aumentada, as imagens 3D são colocadas por cima das imagens do ambiente real, se sobrepondo. Assim, por conta da imagem da câmera estar sendo recebida no mesmo momento em que a mistura com os objetos virtuais acontece, o efeito de realidade aumentada acaba sendo criado. 

Exemplo práticos de realidade virtual

Imagem

A realidade virtual tem sido utilizada na educação para gerar conteúdos pedagógicos fantásticos, como, por exemplo, uma visita completa ao Monte Everest. Imagina você, utilizando os equipamentos de RV, visitar cada canto do monte Everest, podendo interagir com o ambiente, e o melhor de tudo, sem correr risco algum de se machucar. 


Essa é uma experiência que somente a realidade virtual pode te proporcionar, já que ela cria uma experiência nova e independente de estar ou não no espaço físico visitado.


Outro exemplo de realidade virtual, agora no campo da medicina, é a cirurgia realizada através de um ambiente virtual, completamente criado por um computador. É possível, que nessa experiência, você consiga realizar uma cirurgia complexa utilizando de elementos virtuais, como um corpo humano e os objetos da cirurgia. 

Exemplo práticos de realidade aumentada

Imagem

Vamos imaginar que você visite a Alemanha e esteja exatamente no Muro de Berlim, um dos mais famosos do mundo. Há muita história naquele espaço, e a realidade aumentada pode te ajudar a entender e conhecer melhor todas essas histórias por trás do muro. Basta você apontar a sua câmera para um dos pontos localizados no Muro que vai se abrir um mapa que vai mostrar cenas marcantes desta época.


Vimos que podemos usar a realidade virtual para fazer uma visita ao Museu do Louvre, e conhecer todas as obras que estão naquele espaço. 


Porém, a realidade aumentada também pode te ajudar a enriquecer ainda mais a experiência, caso você tenha a possibilidade de um dia visitar o Museu, em Paris. Imagina que ao chegar lá, você vai apontar a câmera em espaços definidos no museu e então o smartphone vai gerar cenas dos artistas e pintores famosos explicando a origem de cada uma das obras ali presentes.


Esta experiência, que mistura o real (estar no museu), com o virtual (figuras dos artistas e pintores) é um exemplo muito didático de realidade aumentada.


Confira o artigo completo que escrevemos sobre a realidade aumentada na Educação e  Como funciona na prática.

Realidade virtual e a realidade aumentada x preços

Imagem

Outra diferença entre a RA e a VR se dá através do preço que se paga para se obter a experiência de realidades aumentada ou virtual.


Enquanto que a realidade virtual é mais cara, pois depende de equipamentos como o óculos de VR, a realidade aumentada só depende mesmo de um dispositivo como um smartphone.

Conclusão

Termos parecidos, mas que na prática possuem propostas diferentes. 


As duas tecnologias, que podem e são usadas em diversos setores da sociedade, têm contribuído muito para enriquecer as experiências dos usuários nas mais diversas situações.


Visitar um museu através de realidade virtual vai te proporcionar conhecer todo o acervo daquele espaço sem sair de casa, somente através da RV.


Esse mesmo museu, caso tenha ferramentas de realidade aumentada, pode enriquecer a experiência do usuário que for presencialmente visitar o espaço. 


Esse enriquecimento pode acontecer através de mapas do museu, histórias contadas ou informações que vão completar a sua experiência.


E você, entendeu de vez qual a diferença entre realidade virtual e realidade aumentada?


Navegue em nosso blog e confira outros conteúdos como este!


Compartilhar:

Posts Relacionados

Ver Categoria

Receba conteúdos exclusivo no seu e-mail, como notícias, eventos, ofertas e muito mais.

Por favor aguarde...

Obrigado!

Nosso oráculo recebeu sua solicitação. Fique atento para novidades em seu e-mail.

Solicitação Falhou

Nossos corvos não receberam sua requisição Por favor, tente novamente!

Voltar