(44) 9 9846 - 8412

Tecnologia

Compartilhar:

Linguagem audiovisual: Por que aplicar na Aprendizagem?

Utilizar a linguagem audiovisual na sala de aula é um recurso que professores usam há bastante tempo e que sempre gerou controvérsia entre educadores e estudantes. Afinal de contas, por que aplicar na aprendizagem conteúdos como filmes, séries, documentários ou outros formatos de audiovisual? De que maneira essas ferramentas ajudam no processo de ensino?


Nesse artigo vamos apresentar detalhes sobre o tema linguagem audiovisual, falaremos também sobre as diversas formas que essa nova maneira de ensinar contribui para uma experiência pedagógica mais completa, gerando além de informação e conhecimento, uma capacidade crítica mais aprofundada nos estudantes.

A linguagem audiovisual

Imagem

Podemos definir como linguagem audiovisual uma junção de outras três linguagens, que seriam a verbal, a sonora e a visual. As três juntas se completam, formando a linguagem audiovisual como conhecemos.


Os principais exemplos de linguagem visual, são:

  • Televisão: A televisão entrega diversos modelos de audiovisual, como novelas, jornais, programas de auditórios, programas de culinárias, além de filmes e séries;

  • Internet: A internet também entrega todos os tipos de audiovisual, por ser um espaço aberto e bem amplo de depósito de conteúdos. Encontramos vídeos, documentários, filmes, séries, programas, dentre outros exemplos;

  • Cinema: O cinema é uma das artes mais fascinantes que produz filmes e documentários, curtas-metragens, animações, dentre outros;

  • Vídeos: Conceito mais amplo que define qualquer produção que contenha os três elementos da linguagem audiovisual, ou seja, que produza fala, e que produza sons e também imagens.

A linguagem audiovisual na educação 

Pedagogos e pesquisadores da educação sempre refletiram sobre como o modelo de ensino tradicional poderia ser atualizado e gerar avanços no processo de ensino e de aprendizado.  


Nesse processo de construção de novos formatos para serem inseridos na experiência pedagógica do estudante, o modelo audiovisual se apresentou como uma opção benéfica por ser uma mídia de apelo popular e que crianças e jovens gostam de consumir.


Nessa perspectiva, os professores passaram a inserir elementos audiovisuais na aprendizagem, utilizando recortes de filmes, de séries, utilizando documentários e vídeos retirados da internet.

O audiovisual e os novos modos de ensinar 

Imagem

Entender que crianças e jovens crescem sendo influenciados pelos produtos do audiovisual sempre foi necessário para que professores pudessem elaborar conteúdos pedagógicos que dialogassem com essas gerações.


O bom uso de vídeos no processo de ensino tem como função facilitar o aprendizado, proporcionando dinamismo e curiosidade nos estudantes. Ele é extremamente benéfico se o educador tiver consciência que o papel de um filme, de um recorte de documentário ou de um vídeo da internet complementar o trabalho do professor enquanto facilitador e intermediador do conhecimento.


Por que estudantes preferem ver um vídeo na sala de aula?

É consenso que vídeos são mais prazerosos de se assistir se comparado a leitura de um livro didático ou da explicação oral do professor na frente da sala. O audiovisual apresenta emoções, traduz sentimentos e ajuda a relaxar, a sair do mundo real, a fantasiar, a informar também.


Por isso que o audiovisual prende a atenção da criança e do jovem, proporcionando uma experiência de aprendizado mais completa e prazerosa, se, evidente, o professor trabalhar de uma maneira saudável e produtiva.


E como seria essa maneira produtiva do professor trabalhar conteúdos audiovisuais na sala de aula?

O professor como mediador do conhecimento e o audiovisual   

Imagem

Podemos entender como papel do educador não somente proporcionar conhecimento aos estudantes, mas também formar cidadãos. 


Desta forma, usar conteúdos audiovisuais pode ajudar o professor a transformar informação em conhecimento crítico, em sabedoria. 


O conteúdo audiovisual aguça a curiosidade das crianças e dos jovens e o professor que souber a partir desses conteúdos instigar estudantes a argumentarem e a exercerem a atividade crítica terá muito mais sucesso na sua jornada pedagógica.


Trabalhar conteúdos audiovisuais que apresentem temáticas existentes no currículo estudantil pode enriquecer a experiência do aluno na sala de aula. Assim, o vídeo nunca será o meio exclusivo de produzir informação e conhecimento, mas sim um complemento ao trabalho do professor.

Benefícios do uso de conteúdos audiovisuais na aprendizagem

Imagem

Como ferramenta rica em informação e que consegue passar muitas emoções e sentimentos, o audiovisual apresenta muitos benefícios se usado de maneira produtiva e saudável na sala de aula ou no processo pedagógico.


Dentre os benefícios, destacamos:

Facilita a compreensão do conteúdo

Um dos principais benefícios do uso de filmes e vídeos no processo de aprendizagem é a maior facilidade de compreensão de conteúdos. 


A linguagem audiovisual possui elementos que tendem a proporcionar sensações como prazer, chateação, felicidade, dentre outros. Sua linguagem também é mais direta e simples, a depender do conteúdo escolhido, e essa simplicidade contribui para que estudantes recebam melhor aquelas informações passadas.


Deixa a aula mais interessante

Imagina uma aula de uma hora que é preenchida tão somente pela fala do professor na sala de aula? 


Este modelo tradicional hoje em dia já está sendo superado, e substituído por formatos mais dinâmicos, e nesse sentido o audiovisual tem um importante papel. 


O uso de filmes, recortes de programas, de vídeos, de documentários, tende a surpreender estudantes e oferecer uma experiência diferente da qual eles estão acostumados.  


Inova a aula, modernizando a experiência pedagógica

Esse é um dos benefícios que mais os professores e estudantes desejavam. O ensino tradicional, onde o professor é detentor da sabedoria, já se mostra ultrapassado, sobretudo se pensarmos nas novas gerações de jovens, que já nascem sabendo o que é um tablet, um notebook, um smartphone. 


Para esta geração, a sala de aula com as aulas expositivas dos professores se torna maçante e nem um pouco prazerosa.


Desta forma o uso de conteúdos de audiovisual, como animações, filmes e programas de televisão serve como elemento inovador, trazendo um novo frescor ao ambiente escolar e gerando uma melhor receptividade.


Deixa a aula mais produtiva

Pensando nos conteúdos programáticos, o uso de vídeos e filmes tendem a deixar a aula mais produtiva, já que as temáticas inseridas neles são apresentadas de forma mais direta e simples, facilitando o entendimento e gerando maiores chances do professor somente mediar discussões entre alunos. 


O conteúdo audiovisual consegue instigar o estudante a pensar e a expor seu pensamento sobre um assunto, e desta forma basta que o professor saiba usar essa dinâmica para instigar o aluno a pensar criticamente e a expor seus argumentos de maneira clara e compreensível.


Dá vontade de participar

Imagina que a aula do dia é sobre um assunto bem difícil e complicado, mas quando a aula começa a professora exibe uma animação da Disney que acaba tocando neste mesmo assunto só que de forma leve e agradável? 


Dentro deste contexto dá até vontade de participar da aula, mesmo aqueles estudantes mais arredios com a ideia de participar da aula. Esse é o poder que conteúdos audiovisuais possuem no processo de aprendizagem, eles proporcionam aos estudantes essa vontade de participar e ser ativo na experiência pedagógica.


Por que aplicar a linguagem audiovisual na Aprendizagem?

Imagem

Depois de vermos todos esses benefícios que conteúdos audiovisuais proporcionam ao processo de aprendizagem, podemos responder esta questão com mais facilidade.


A aplicação de filmes, vídeos e outros conteúdos geram nos estudantes a possibilidade de pensar de forma crítica. O professor que souber inserir esses conteúdos nas aulas e depois conseguir intermediar atividades pedagógicas adequadas receberá de seus alunos respostas das mais satisfatórias.


Estudantes que são instigados a pensar criticamente e a expor suas ideias sem medo tendem a ser mais bem sucedidos no futuro, não somente em processos seletivos, mas na vida como um todo.


Desta forma cabe ao educador intermediar a jornada de aprendizado de cada estudante, que dentro deste formato que utiliza outros elementos como fonte de informação coloca o estudante como protagonista de sua vida escolar.


Um estudante mais ativo terá muito mais condições de desenvolver habilidades sociais e conhecimento crítico, se preparando de um modo muito mais completo para as demandas que a sociedade impõe. 


Conclusão

Vimos neste artigo que a linguagem audiovisual possui uma função estratégica dentro do processo pedagógico. Inserir conteúdos de filmes, vídeos, televisão e internet na sala de aula dinamiza a experiência que o estudante está prestes a ter, proporcionando uma capacidade maior de receber informações e, principalmente, assimilar estas informações e transformar em conhecimento e capacidade crítica.


O trabalho do professor, entretanto, não diminui, cabendo agora a ele não somente ser o emissor do conteúdo pedagógico, mas sim o intermediário no processo de aprendizagem. O estudante, protagonista de seu processo de aprendizado, vai precisar de meios e de auxílio para desenvolver as suas capacidades, e neste sentido o educador junto com conteúdos diversos como os de audiovisual terão um papel fundamental.


E você, o que acha do uso da linguagem audiovisual no processo de aprendizagem?


Navegue por outros conteúdos como este em nosso blog.

Compartilhar:

Posts Relacionados

Ver Categoria

Receba conteúdos exclusivo no seu e-mail, como notícias, eventos, ofertas e muito mais.

Por favor aguarde...

Obrigado!

Nosso oráculo recebeu sua solicitação. Fique atento para novidades em seu e-mail.

Solicitação Falhou

Nossos corvos não receberam sua requisição Por favor, tente novamente!

Voltar