(44) 9 9846 - 8412

Educação

Compartilhar:

Objetos de aprendizagem: O que são, quais benefícios, exemplos.

Uma das grandes evoluções que a educação passou nestes últimos tempos aconteceu por conta de avanços tecnológicos. Inserir elementos da tecnologia para dar suporte a conteúdos pedagógicos vem sendo uma ótima escolha de educadores para aperfeiçoar o processo de aprendizagem. E neste sentido, os objetos de aprendizagem possuem uma importância ímpar.

Neste artigo vamos entender o que são estes objetos de aprendizagem, quais benefícios eles trazem para o processo pedagógico e vamos oferecer uma série de exemplos que vão clarear bastante o seu entendimento sobre o tema.

O que são objetos digitais de aprendizagem 

Imagem

Não há uma definição exclusiva para a ideia de objeto de aprendizagem, porém, dentre as diversas, há as mais populares, como a que define a OA como qualquer entidade digital que possa ser reutilizada para a educação.

Pensando de forma mais prática, podemos entender os objetos digitais de aprendizagem como qualquer conteúdo que seja utilizado para apoiar o aprendizado. Ou seja, são facilitadores do processo de ensino.

Os objetos de aprendizagem digital podem ser usados tanto por professores, para aperfeiçoar o processo pedagógico, através de planejamento de atividades educativas mais interativas e criativas, quanto pelo próprio estudante, que pode utilizar os objetos digitais para aprender conteúdos fora do âmbito escolar.

Conhecendo os objetos de aprendizagem na prática

Assim, um vídeo do Youtube direcionado para alunos de uma turma, por exemplo, pode ser considerado um objeto que tem como função auxiliar no processo de aprendizado. Uma aula em Power Point oferecida pelo professor também pode ser considerada um recurso usado no processo de aprendizagem.

Outros exemplos podem ser dados, porém o que se destaca nesta primeira abordagem é a ideia de reutilização, muito importante para que se entenda seu real significado. O reuso é o que define melhor um objeto educacional.

Reafirmando, portanto, a sua definição, temos o Objeto de aprendizagem sendo descrito como qualquer recurso digital que pode ser usado para apoiar na aprendizagem. Neste aspecto:

  • Recurso digital serve para limitar nossa abordagem;

  • Reusado significa que um objeto educacional pode ser utilizado em várias situações, das mais distintas possíveis;

  • A aprendizagem por sua vez mostra qual é a intenção de tais objetos: ensinar e promover o conhecimento.

Assim chegamos aos seus elementos essenciais, que devemos levar em consideração ao construir ou analisar um objeto de aprendizagem:

  • Objetivo – Qual o objetivo daquele objeto educacional? É preciso ter muita clareza ao construir ou analisar sobre a intenção daquele conteúdo que se predispõe a ser um objeto educacional; 

  • Metodologia – A metodologia envolve o entendimento de educação do criador do objeto educacional, para que este seja utilizado dentro de um contexto adequado.


A importância dos objetos digitais de aprendizagem

Imagem

A importância de inserir objetos digitais de aprendizagem dentro do processo de ensino é grande, e alguns motivos, são:

  • Aumento motivação do processo ensino-aprendizagem;
  • Estimula o pensamento dedutivo;
  • Gera mais engajamento na jornada pedagógica do estudante;
  • Colabora para o desenvolvimento cognitivo;
  • Aprendizado através de ferramentas lúdicas;
  • Aumento de Criatividade;
  • Melhora Interação social;
  • Melhora a comunicação;
  • Deixa o processo de aprendizado mais dinâmico;
  • Transforma as atividades mais inclusivas e flexíveis;
  • Podem ser reutilizáveis.



Aumento na motivação do processo ensino-aprendizagem;

Criar novas abordagens de ensino e estimular os alunos a participarem e se engajarem mais nas aulas são desafios dos educadores nos tempos atuais. 

Inserir objetos digitais de aprendizagem no processo de ensino acaba motivando professores e estudantes, que são estimulados a interagirem com novas abordagens, mais lúdicas e menos tradicionais.  

Estimula o pensamento dedutivo;

Objetos digitais de aprendizagem estimulam estudantes a praticarem raciocínio lógico e pensamento dedutivo, principalmente quando são inseridos através de jogos, com a gamificação, ou atividades mais lúdicas, que estimulam a capacidade do estudante de pensar em soluções para os problemas expostos de forma mais dinâmica, fora da caixa e de modo coletivo.

Gera mais engajamento na jornada pedagógica do estudante

Quando você compara a dinâmica de ensino tradicional, com professores sentados passando conhecimento e estudantes ouvindo e escrevendo, anotando informações e decorando frases, com a dinâmica de ensino que se utiliza de objetos de aprendizagem, você percebe que esta última, por ser mais criativa e lúdica, acaba gerando muito mais engajamento dos estudantes. Eles participam mais do processo, pois sabem que nesse modelo de aprendizagem ele é o protagonista de sua jornada educacional.    

Colabora para o desenvolvimento cognitivo

Não podemos negar que ferramentas digitais de aprendizagem conseguem incentivar muito mais o desenvolvimento cognitivo de crianças e jovens. 

Por serem recursos que incentivam uma maior participação do estudante no processo de aprendizagem, os objetos digitais carregam como característica o fato de potencializarem nos estudantes este sentimento de curiosidade sobre tudo que envolve o ato de aprender. 

O uso de smartphones, tablets e computadores também proporcionam ao estudante estímulos que os fazem sempre estar evoluindo quanto à questões tecnológicas.

Aprendizado através de ferramentas lúdicas

Outro aspecto benéfico do uso de objetos digitais de aprendizagem é o modo como o processo de ensino acontece, de forma muito mais interativa, autônoma e lúdica, permitindo que crianças e jovens se engajem mais nas atividades de ensino e em todas as dinâmicas que o ensino moderno carrega consigo. 

Quando o estudante aprende através de jogos, por exemplo, seu leque de conhecimentos acaba sendo muito mais extenso e plural se comparado com o ensino tradicional, onde o estudante é mero objeto passivo de captação de informação e conhecimento. 

Aumenta a Criatividade

Não há dúvidas que inserir objetos digitais no processo de aprendizado incentiva crianças e jovens a serem criativos. 

O processo, que estimula professores também a serem criativos ao pensar e planejar aulas e atividades de ensino, cria no estudante esse estímulo a pensar fora da caixa, a pensar em caminhos diferentes dos usados tradicionalmente. 

O uso de ferramentas das mais diversas e tecnológicas também proporciona ao estudante um repertório plural e muito mais criativo que o sistema usual de ensino e aprendizagem. 

Melhora Interação social

Um dos grandes benefícios e que destacam a importância da utilização de objetos de aprendizagem é a possibilidade de crianças e jovens interagirem muito mais na jornada de busca por conhecimento. 

Uma das grandes mudanças que os mais novos sistemas de ensino e aprendizagem pregam é esta mudança de perspectiva, onde o estudante deixa de ser um ser mais solitário e agora busca soluções de problemas junto com seus colegas de turma. 

O uso de objetos digitais estimula esse processo mais coletivo de aquisição de conhecimento, fazendo esta jornada ser muito mais saudável e com melhores resultados do ponto de vista educacional.

Melhora a comunicação

Objetos educacionais têm como característica aumentar o repertório de conhecimento da criança e do jovem, transformando-os em seres muito mais preparados para as demandas sociais do mundo atual. 

Além disso, promove no estudante um sentimento maior de autoconfiança e senso crítico, que acarreta no nascimento de crianças e jovens com um poder de comunicação muito maior, mais desenvolto e com um repertório muito mais extenso para resolver problemas apresentados nas atividades pedagógicas.

Deixa o processo de aprendizado mais dinâmico

O uso de objetos educacionais, como vídeos, animações, jogos e aparelhos tecnológicos transformam as atividades educativas em processos muito mais dinâmicos, apresentando aulas interativas e mais divertidas, gerando uma participação muito maior dos estudantes e assim gerando resultados pedagógicos muito mais produtivos.

Todo o processo de construção da aprendizagem ganha dinamismo com a utilização de objetos digitais de aprendizagem.

Transforma as atividades mais inclusivas e flexíveis 

O uso de objetos digitais de aprendizagem acaba transformando a lógica de ensino como um todo. Se antes dependíamos de uma sala de aula somente para que o processo de aquisição de conhecimento fosse colocado em prática, agora temos várias outras possibilidades, como estudar em ambientes diversos e se utilizando muitas vezes de ferramentas que estão na internet 24 horas por dia, todos os dias, indefinidamente.

Não há mais a limitação de tempo e espaço para o estudante procurar aquela informação ou aquele conhecimento. Todo o processo se torna mais flexível, atemporal e por consequência, inclusivo.

Podem ser reutilizáveis 

Como já falamos em alguns tópicos anteriores, o reuso de um objeto educacional é uma das características fundamentais que conceituam um objeto educacional . Há aqui, inclusive, uma necessidade de equilíbrio na produção do conteúdo, pois conteúdos grandes demais ensinam de forma mais completa, porém dificulta mais nas abordagens diversas quando feita a sua reutilização.

Conteúdos pequenos demais facilitam no processo de reutilização, porém seu conteúdo educacional tende a sofrer no quesito qualidade. Ou seja, é preciso que o objeto educacional seja simples o suficiente para ser reutilizável, mas não pode ser pequeno demais, para não prejudicar o aprendizado

A vantagem de reutilizar o objetivo educacional está na possibilidade de otimização das aulas, identificando oportunidades de melhoria e otimizando o processo de aprendizagem.

Características dos objetos educacionais 

Imagem

As características básicas dos objetos de aprendizagem são:

  • Durabilidade – Um objeto de aprendizagem deve durar ao longo do tempo, e não ser facilmente descartado. Ou seja, temos aqui recursos tecnológicos que continuarão sendo relevantes mesmo com o passar do tempo, podendo somente ser atualizado para se adequar melhor ao novo contexto;

  • Portabilidade – Uma das características dos OA é a possibilidade dele ser acessado em diferentes plataformas e ambientes virtuais;

  • Cooperação – O uso de objetos educacionais oferece aos estudantes a possibilidade de dialogarem, com troca de opiniões e colaboração entre eles. A sua execução permite esse tipo de interação, sobretudo por serem conteúdos produzidos em formatos mais atuais e por vezes lúdicos;

  • Usabilidade – Outra característica marcante dos objetos de aprendizagem é a usabilidade, que deve ser de fácil entendimento.

Essas características pedagógicas e técnicas apresentadas aqui dos objetos educacionais acabam por permitir que o seu uso seja feito tanto em ambientes educacionais, como escolas, quanto em ambientes corporativos, como empresas. 

As vantagens em ambas as perspectivas são muito grandes, pois o uso de conteúdos produzidos em formatos tecnológicos mais palatáveis proporciona uma maior capacidade de entendimento. 

Exemplos de objetos digitais de aprendizagem

Imagem

Quando pensamos em objetos digitais de aprendizagem, logo nos lembramos de ferramentas como vídeos, textos, imagens, jogos, infográficos, animações, simulação, ou então trilha de aprendizagem, circuito gamificado, jogo, resolução de problemas, estudo de caso. Todos esses são exemplos de como os objetos digitais de aprendizagem podem ser colocados no dia a dia do processo de ensino e aprendizagem.

Videoaulas

O uso de videoaulas vem transformando o processo de ensino atual, criando mais possibilidades para que estudantes adquiram conhecimento. 

Sair daquele esquema limitado a sala de aula é um dos grandes benefícios do sistema de videoaulas, que vem possibilitando muito mais crianças e jovens de participarem do processo pedagógico. 

Como as videoaulas podem ser acessadas a qualquer hora e de qualquer lugar, essa dinâmica de ensino acabou se popularizando e se transformando em uma poderosa arma para o aprendizado de crianças e jovens.

Gamificação

O uso de jogos digitais no processo de aprendizagem se mostra como uma boa solução para estimular crianças a serem mais engajadas, participativas e principalmente, colaborativas.

Fica evidente que jogos sempre trabalham com a ideia de recompensa, ou seja, de ganhar algo caso desvende o caso ou resolva o problema, e por conta disso criam nos estudantes estímulos suficientes para que estes participem de modo muito mais intenso do processo pedagógico escolar. 

A gamificação estimula atividades em grupo, que trazem muitos benefícios para as jornadas educacionais de cada um desses indivíduos.

Infográficos

O uso de infográficos nas atividades pedagógicas tem se popularizado bastante nestas últimas décadas, gerando resultados positivos, sobretudo se comparamos com as atividades mais tradicionais de ensino.

O uso de infográficos animados e de ferramentas digitais na elaboração dos conteúdos acaba gerando uma participação muito maior e mais engajada dos estudantes em todo o processo de aprendizagem. Seu uso proporciona uma relação mais direta e lúdica do conhecimento em si com o estudante.

Conclusão  

O uso de objetos digitais de aprendizagem vem proporcionando para professores e estudantes uma forma muito mais interativa, criativa e nova para o processo de aprendizado.

Aprender deve ser algo prazeroso e estimulante, por meio dos objetos digitais de aprendizagem é possível engajar e incentivar a nova geração de alunos a serem pessoas melhores através da educação.

Esperamos que tenha gostado. Navegue pelo nosso blog e confira outros conteúdos como este.


Compartilhar:

Posts Relacionados

Ver Categoria

Receba conteúdos exclusivo no seu e-mail, como notícias, eventos, ofertas e muito mais.

Por favor aguarde...

Obrigado!

Nosso oráculo recebeu sua solicitação. Fique atento para novidades em seu e-mail.

Solicitação Falhou

Nossos corvos não receberam sua requisição Por favor, tente novamente!

Voltar